Home COMICS A Nova Era dos X-Men

A Nova Era dos X-Men

by Igor Duarte

Igor Duarte

Em 2019 o escritor Jonathan Hickmann assumiu o controle dos títulos mutantes na Marvel, junto com os artistas Pepe Larraz e o brasileiro R.B. Silva, com a função de colocar “ordem na casa” e trazer de volta os X-men ao seu lugar de destaque  dentro da editora. Hickmann é conhecido pelo seu excelente trabalho com outras duas equipes da Casa das Ideias: os Vingadores e o Quarteto Fantástico.

Os X-Men foram criados em 1963 e contam com inúmeras histórias, entre elas a clássica “A Saga da Fênix Negra”, além disso de lá pra cá muitas mortes, ressurreições, realidades paralelas e bagunças na linha temporal da equipe confundiram e afastaram os leitores e é isso que Hickmann com ‘House of X’ e ‘Power of X’ tenta mudar.

House of X e Power of X começaram a ser publicados em julho de 2019 e contaram com seis (06) edições cada (sim, dois títulos publicados de maneira intercalada e que se unem para formar uma única história), que serviram para fundamentar novas bases e criar novos conceitos para as próximas revistas dos mutantes que vieram a seguir.

Imagem: Marvel Comics – House of X #1 / Powers of X #1

Preciso ler algo antes?

Não necessariamente. A cronologia mutante é uma das mais bagunçadas (senão a mais) da Marvel e essa “Nova Era” iniciada por Hickmann serve como um bom ponto de partida e atrativo para novos leitores, o que significa que você não precisa ter grande conhecimento sobre o que veio antes. Agora, se você não tem nenhuma familiaridade com os personagens vai ser um pouco mais difícil, mas nada que um pouco de paciência e atenção não resolvam. Então em resumo: pode pegar sua edição #1 de House of X e mergulhar no que Hickmann tem a oferecer.

Imagem: Marvel Comics

A História

Após anos sendo odiados e temidos, os X-Men nessa nova fase de Hickmann estão numa posição bem diferente do passado, eles possuem sua própria nação-estado (Krakoa) e soberania reconhecidos por parte dos países do mundo. Vale notar que esse reconhecimento  não foi gratuito e nem pelo apreço que os humanos sentiam pelos mutantes. Drogas que vinham em forma de plantas nascidas em Krakoa e que eram capazes de curar doenças dos homens, foram oferecidas às nações em troca. Esse é o pano de fundo básico das histórias que Hickmann costura ao mesmo tempo que nos apresenta e amarra novas quatro linhas temporais (Ano 1, Ano 10, Ano 100 e Ano 1000) em Powers of X.

Imagem: Marvel Comics

Pode parecer complicado, mas Hickmann como já é característico, nos fornece infográficos, glossários e mais alguns “documentos” explicativos durante a leitura. Como exemplo, você pode ver a explicação sobre o que é um mutante nível Ômega e quem são eles atualmente:

Imagem: Marvel Comics

E é em Powers of X #1 que Moira MacTagget vira peça principal e protagoniza uma do que é considerada pela própria Marvel “uma das páginas mais importantes da história dos X-Men” (e sim, você vai se surpreender com o que é mostrado) e serve como espinha central para os eventos contados por Hickmann.

Imagem: Marvel Comics

Mas é claro que estamos falando dos X-Men e de super-heróis e por isso nada pode ficar tranqüilo por muito tempo. Após House of X e Power of X a Marvel deu início ao que chamou de ‘Dawn of X’ (Alvorecer dos X) com uma leva inicial de seis revistas mensais dos mutantes: X-Men, Marauders, Excalibur, X-Force, New Mutants e Fallen Angels. Mas esse número vai aumentar em 2020 com novos títulos que estão chegando.

E se depois disso você ainda estiver perguntando se deve dar uma chance às revistas, a resposta é sim, pois além do texto afiado e técnico de Jonathan Hickmann, a arte de Larraz e R.B. Silva junto com as cores incríveis de Mate Gracia fazem muito bem aos nossos olhos. O estilo de Pepe Larraz e R.B. Silva são parecidos, o que proporciona uma transição leve entre um título e outro quando lidos de forma intercalada como será publicada.

No Brasil a Panini começa a publicar a partir de maio essa nova fase mutante, com o primeiro volume já em pré-venda no site da editora. Difícil agora é segurar a ansiedade até lá!

Related News

Leave a Comment

Esse website utiliza cookies para melhorar a sua experiência. Se você estiver Ok com isso, por favor clique em aceitar. Aceitar